agosto 30, 2012

BAJA Oleiros-Proença: prémios são da ceramista e pintora ROSA AFONSO

Os troféus que serão entregues aos participantes da Baja TT Oleiros Proença, antepenúltima prova do Campeonato Nacional de Todo o Terreno, antecedendo a Baja TT Idanha a Nova e a Baja Portalegre (última prova do Campeonato), a ter lugar nos próximos dias 1 e 2 nestes concelhos do Pinhal, são da autoria da ceramista e pintora oleirense Rosa Afonso.

Natural do concelho, a autora reside em Oleiros, onde tem um atelier de cerâmica epintura decorativa, situado no centro histórico da vila. É neste espaço que a conhecida artista local expõe e vende algumas das peças decorativas que pinta, em diversas formas (linho, tela, acrílico, azulejo), muitas destas dedicadas ao património de Oleiros. Outra nota de relevo, será o facto de a autora promover cursos de pintura, fomentando a criação de arte no concelho. 

- CMO

BAJA OLEIROS-PROENÇA É JÁ NESTE FIM DE SEMANA

  TOUR TT SOLIDÁRIO DE NUNO MATOS DISTINGUE

 BOMBEIROS DE OLEIROS E PROENÇA

Assim, na BAJA TT OLEIROS/PROENÇA 2012, as instituições nomeadas foram os Bombeiros de Oleiros e de Proença-a-Nova, atendendo a que devido à zona onde se desenrola a prova, ser propensa a incêndios florestais e só devido á ação destes corajosos homens e mulheres, muitas tragédias são evitadas de destruição de pessoas e bens. O Co-drive, está marcado para as 15h00 do próximo dia 31 de Agosto, nas imediações da Vila de Oleiros.

                        O REGRESSO DESEJADO DO NACIONAL DE TT

Está de volta o Nacional TT. Depois de uma longa paragem o campeonato 2012 regressa aos trilhos com a realização da Baja Oleiros-Proença, uma prova que a Escuderia Castelo Branco organizou pela primeira vez no passado ano e à qual alterou a ordem de passagem nas localidades anfitriãs, Oleiros e Proença-a-Nova.
As pistas serranas da região recebem o campeonato numa época onde a crise económica continua a reflectir-se na lista de inscritos, este ano mais curta nas primeiras três rondas do campeonato face ao verificado em 2011, mas nem por isso com menor qualidade. A Escuderia Castelo Branco preparou para os pilotos presentes um primeiro aperitivo com 5,02 quilómetros, a ser servido no dia 1 de Setembro em Oleiros, para no dia seguinte a caravana enfrentar dois sectores selectivos nas serras que separam Oleiros de Proença-a-Nova, estes com um total de 233,04 quilómetros, sendo o final da prova novamente em Oleiros.
Com três provas realizadas o campeonato arranca para a sua segunda e decisiva metade da temporada onde todos os títulos estão ainda por decidir, mesmo se em algumas classes o favoritismo já pende para alguns nomes bem conhecidos.
- Inf.  http://www.escuderiacastelobranco.pt/

O batizado do Tomás o amor de todos


Neste fim de semana passado estive num casamento na Sertã e ao domingo participei, com muito gosto, no baptizado do Tomás, bebé lindo, filho dos meus segundos sobrinhos Marco e Tânia. O baptizado realizou-se na Sé em Castelo Branco e, posteriormente, a “Herdade do Regato”, local com todas as apropriadas instalações para pequenos e grandes eventos e no seio de agradáveis campos verdes e com árvores, esperava por nós. Simplesmente surpreendente. Por mim não conhecia e valeu a pena fazê-lo. Foi uma festa pensada e cuidada ao mais ínfimo pormenor pelos pais, com relevo para a Tânia, que tem muito jeito para este tipo de organizações. 

O Tomás é que não deve ter sido dos melhores dias para ele. Passava de mão em mão, todos lhe queriam dar miminhos, mas conseguiu dormir sossegado nas horas que entendeu fazê-lo e como leitões, bolos, camarão e outras iguarias não fazem parte da sua ementa, preferiu a sua dieta normal e segura.
Mas nós não. Todos desfrutámos do bom e do melhor e pudemos passear numa enorme e bem cuidada quinta. Desfrutámos da amizade de todos e, publicamente deixo o nosso agradecimento pelo convite e por nos permitirem fazer parte desta festa.
Ficam também algumas fotos como documentando os momentos e pessoas que escolhi para o efeito.



agosto 29, 2012

Sporting de Braga passa à fase de grupos da Liga milionária

Se há clube que tem dados grandes alegrias aos seus sócios e simpatizante é o Sporting de Braga. É que não sendo um clube com orçamentos como o Porto e Benfica tem colocado o seu nome no grupo dos mais temidos dos clubes portugueses em competições europeias nomeadamente na Champions League.
Hoje escreveu mais uma página ao eliminar a boa equipa Udinese, juntando, assim, ao Porto e Benfica na Fase de Grupos.
O Braga ficou colocado no pote 2 para o sorteio que decorrerá esta semana.
Os minhotos foram empatar 1-1, aguentaram o prolongamento e na transformação de penalties, conseguiu superar a Udinese. O resto foi uma explosão de alegria no campo (e fora dele) pois não só arrecadaram oito milhões e trezentos mil euros como aí está pronto para se bater nos futuros campos e jogos. O Braga está de parabéns.

agosto 28, 2012

Bombeiros apagaram o que podia ser um enorme incêndio

No passado sábado, ainda eu estava em Oleiros (voltarei este fim de semana) e como moro junto à estrada nacional Oleiros-Castelo Branco ouvi várias viaturas dos bombeiros passarem para cima. Já eram passava das 02h00 da manhã. Um incêndio tinha deflagrado entre o Carvalhal e Mougueiras, valeu a prontidão dos Voluntários de Oleiros, Sertã, Proença e eventualmente mais. Porém o fogo foi logo circunscrito não se expandido pelos pinheiros e mato fora. Estes fogos, a esta hora... não sei não, mas não houve trovoadas, não estava o calor do dia, ninguém trabalhava a essa hora... enfim, eu acredito sempre que é mão criminosa.
Pode não ser? Verdade que sim, mas neste caso, ninguém acreditará no contrário, a menos que tenhamos posteriormente informações contrárias.
Ao domingo, já na viagem que fiz para Lisboa, encontrei carros dos bombeiros novamente. Desloquei-me ao quartel dos nossos bombeiros e aí me foi dada a informação de que se tratava de fogo mas na zona do Fundão.

Raquel Dias e Pedro Castanheira casaram


No passado sábado realizou-se a cerimónia e festa do casamento do casal Raquel Dias e Pedro Castanheira tendo decorrido maravilhosamente.
Logo de manhã o pequeno-almoço foi servido em casa de cada dos pais dos noivos (e que pequeno almoço) que o restaurante “Ponte Velha” da Sertã veio servir.
O primeiro momento para prepararmos o estômago para o tempo que decorria seguidamente com o casamento na igreja e na viagem para a Sertã dado que almoço, buffet e festa entusiástica decorreram na Quinta de Santa Teresinha no Cabeçudo (curiosamente num dos dias da festa desta localidade).
O casamento religioso foi celebrado pelo nosso cónego Martinho. Foi uma cerimónia com igreja completamente cheia e o altar-mor com flores diferentemente. Fazia a diferença para outros dias. E casaram, sorridentes e dizendo “sim” quando não convinha já dizerem não… Nem agora nem nunca. Na cerimónia não deixaram de ser lembradas pessoas como o pai do Pedro e outros familiares próximos do casal, momento que os deixou muito sérios e muita emoção. 


À saída da igreja tudo já estava preparado para que flores e quilos de arroz não faltassem. Digo bem, quilos, porque vi pessoas amigas a despejaram em cima da cabeça um pacote alguns pacotes Uma festa a dar boas fotografias com o Alberto Ladeira e esposa Fernanda a captarem todos esses momentos. Depois de meia hora de parabéns e beijos, abraços até quase extenuarem já li os noivos. Lá seguimos para a Sertã. Em fila com muitos carros, olhando para o nosso lado direito e ver que ali já passa uma nova estrada sem as curvas loucas da que nós seguíamos. Mas ainda não está pronta. Fica para outro casamento! Tanto quanto  me disseram,  os recém-casados não enjoaram nas curvas, tal era a alegria e entusiasmo de irem passar um dia maravilhoso junto dos seus convidados (muitos). E assim foi. Boas “entradas” nas mesas do relvado, excelente almoço com uma organização de mesas (pessoas) levada ao pormenor e uma animação memorável. Os noivos sempre muito comunicativos e colaboradores na diversão. Foi bonito, muito bonito.
Veio o “copo de água” (nunca percebi porque se chama assim, quando o que mais se bebe são outras bebidas e comidas, meu Deus, de tudo o que é bom. Pais e noivos fecharam a quinta à crise e alguém “abriu os bolsos” para nos proporcionarem um dia de convívio com eles e com os recém casados.
Como as duas famílias são de Oleiros e muito conhecidas a festa foi ainda maior e teve uma colaboração especial de quase toda a juventude da Vila e arredores. Um evento a marcar agosto e a mostrar que a Raquel e o Pedro semearam sempre muita amizade. Que continuem com esta autenticidade toda e que a felicidade não lhes falte. A sorte ajuda muito, evidentemente, mas as lágrimas da Carminda (mãe da Raquel) vão diminuindo já que eles ficam a morar em Oleiros.
Por fim duas ou três notas que necessito dar. Uma, ao Fernando Dias que, com toda a sua calma estava em todo o lado, outra ao José Mateus que esteve sempre disponível para dançar com a sua filhota e uma outra para aquelas danças engraçadas e animadas que o DJ e monitor servia à parte da sala disponível para a dança.
E quanto aos outros e à comida? Tudo muito bem e bom. Parabéns.



BARQUINHA JAZZ 2012 vai ser em grande

  •  A empresa Saqu'à Música com o apoio do Município de
  •  Vila Nova da Barquinha, irá realizar nos dias 31 de Agosto, 
  • 1 e 2 de Setembro de 2012, o BarquinhaJazz, um festival inteiramente dedicado
  •  ao jazz e suas vertentes num ambiente descontraído, 
  • aproveitando o excelente envolvimento
  •  natural do Barquinha Parque.
  •  
  • Barquinha Parque
  • SEXTA-FEIRA, 31 DE AGOSTO
  • 14.00h - Highly Strung Duo (Tasquinhas)
  • 16.00h - Daniel Moreira (Cais Pequeno)
  • 17.30h - Farratuga (Animação de Rua)
  • 19.00h - Violin Solo c/ Carlos Santa Clara (Tasquinhas) 21.30h - Hugo Mariani Trio (Cais Pequeno) 22.30h - The Postcard Brass Band (Cais Pequeno)

  • SÁBADO, 1 DE SETEMBRO
  • 11.00h - Xaral’s Dixie (Animação de Rua)
  • 14.00h - Duo Sax e Guitar c/ Bento & Morais SA (Tasquinhas)
  • 16.00h - UCBrass Band (Tasquinhas)
  • 17.30h - Xaral’s Dixie (Animação de Rua)
  • 21.30h - Carlos Barreto & Beatriz Portugal (Cais Pequeno)
  • 22.30h - Big Band - Universitários de Coimbra Band (Cais Pequeno)

  • DOMINGO, 2 DE SETEMBRO
  • 11.00h - Xaral’s Dixie (Animação de Rua)
  • 14.00h - Piano Solo c/ João Galante (Tasquinhas)
  • 16.00h - Spot Free Jazz (Cais Pequeno)
  • 17.30h - Xaral’s Dixie (Cais Pequeno)
  • 19.00h - Concerto Final

  • Feira de Artesanato Urbano | 1 e 2 de Setembro

  • Encontro de Automóveis Antigos | 2 de Setembro
  • _____________________________________

  • Mais informações: 917418 666 (Marta Santos) e 933 529 850 (José Belém) ou pelo email barquinhajazz@gmail.com.

  • Promotor: Saqu'à Música
  • Apoio: Município de Vila Nova da Barquinha

agosto 24, 2012

"SALAMALEQUE" na Pampilhosa da Serra

CICLO MISE EN SCÈNE – «SALAMALEQUE – UMA HISTÓRIA DAS ARÁBIAS»

 No próximo dia 31 de agosto sobe ao palco do Auditório do Edifício Monsenhor Nunes Pereira, pelas 21h30, a peça "Salamaleque - Uma História das Arábias", uma produção do Grupo de Teatro Extremo.

Salamaleque - Uma História das Arábias reaviva uma carinhosa memória ancestral, de um tempo em que a televisão não ocupava, como agora, quase todo o espectro da imaginação coletiva. Um contador de histórias nascido em Xelb, assim chamada a cidade de Silves antes de Portugal ter nascido para a história do mundo, conta uma lenda que narra a história de amor entre um rei do Al-Garb e uma princesa do longínquo norte que adoece na festa do seu casamento. Há medida que o contador de histórias vai desenvolvendo o fio condutor desta lenda, o seu próprio imaginário transporta a sua narração para contos sobre ladrões, sábios, tesouros e encantamentos...

Entre a chucha e os caracóis...


 Local: a nova explanada que abriu em agosto em Oleiros. A do Zé do café, claro. Nas mesas havia pessoal que tomava algo e via o futebol na televisão. Perto de mim a mesa estava completa com pessoas que comiam caracóis enquanto trocávamos algumas opiniões. De repente todos abandonaram a mesa, exceto a jovem Caetana Antão, que adora comer este tipo de prato e acha sempre que deveria estar mais cheio. Mas desta vez, o prato ficou ainda com muitos e já que os parceiros deixaram a mesa (os pais e um amigo) ali ficou esta jovem comendo dedicadamente e, em cada dez que comia, trocava de palito.
Chamou-me a atenção e dirigi-lhe algumas palavras simpáticas. Respondeu-me sempre mas não tirava os olhitos dos seus caracolitos. A chucha em cima da mesa. Nesse momento, esse tão querido objeto estava ali abandonado. Sem valor, porque ainda havia alguns dos “bichinhos” no prato. Registei o momento, mostrei a foto aos pais e rimos da atitude da Caetana e da forma empenhada como degustava esta especiaria. A foto fica porque os pais autorizaram, logicamente.

agosto 22, 2012

Hotel de Santa Margarida de Oleiros adjudicado


 O dia de hoje vai ficar na história de Oleiros já que a Câmara Municipal adjudicou a gestão do novo hotel Santa Margarida. O concorrente vencedor é natural do concelho, visita Oleiros várias vezes, não só porque aqui tem família e amigos mas também porque é pessoa bastante interessada em dinamizar Oleiros através das riquezas próprias de gastronomia e outras. Trata-se de um gestor com 30 anos de experiência de gestão de hotéis e que apostou na sua terra de forma importante.
Está de parabéns o sr. Presidente da Câmara Municipal, José Santos Marques, pois este projeto tem anos de trabalho, de contatos, de querer até conseguir.  Oleiros passa a contar com esta unidade hoteleira de 4 estrelas e que vem colmatar uma lacuna na região.
Com estas condições, a inauguração do hotel pode mesmo vir a ser feita pelo sr. Primeiro Ministro, Passos Coelho. É a cereja em cima do bolo, é um objetivo que se concretiza.
Pela minha parte quero felicitar especialmente o Presidente da Câmara, dar-lhe os parabéns por todo o caminho percorrido até este momento. Sei que não foi fácil. Mas a obra aí está, como as outras que serão visitadas no dia 19.

Carrinha arde na Frazumeira - Oleiros

Ontem, quando uma carrinha Ford Transit descia rumo à povoação da Frazumeira (Oleiros) incendiou-se e o fogo ainda se propagou ao mato. Perto estava uma equipa de "Florestais" que, ao ouvir pela rádio dos bombeiros o que se passava, acudiu rapidamente e, por isso, pouca porção de mato ardeu. O mesmo não se pode dizer da viatura.

Nota: a foto não é a do acidente 

Bombeiros de Oleiros - carro parte porta de entrada e entra

Um indivíduo de Oleiros, quando se dirigia para o quartel dos Bombeiros sem se saber bem porquê, quando fez a perpendicular à rua, em vez de parar no estacionamento bateu de frente na entrada principal do edifício, partiu completamente a porta e foi "estacionar" no átrio da secretaria (entrada para o primeiro andar). Ou seja, ficou dentro do edifício. Desconhece-se as razões que levaram ao não domínio da viatura, não sendo normal uma situação destas, já que se faz um ângulo de 90 graus para estacionar. A porta atualmente está improvisada e, de acordo com informações, a companhia do seguro da viatura já pediu ontem o fotos dos estragos e orçamento para reparar os estragos.É caso para dizer, até aos bombeiros acontecem coisas destas!
Nota: a porta de que falamos é a que se vê do lado esquerdo da foto. que pertence à página Bombeiro.pt

Estrada Sertã-Oleiros em bom ritmo.

Quem faça o percurso Sertã-Oleiros (ou vice-versa) verifica que o novo troço de estrada está bastante adiantado, quer na chegada a Oleiros, quer na Sertã. O ponto de maior atraso é mesmo na Cruz do Fundão. Em Oleiros já se transita pela nova rotunda que dá entrada para a nova estrada, por isso tem a saída para a atual estrada. 

agosto 21, 2012

Festas do Milrico não foram muito frequentadas mas foram boas


Festa do Milrico (Oleiros) atuações e parte religiosa


Neste fim-de-semana passado decorreu a festa do Milrico em honra de Nossa Senhora da Paz desde de sexta a segunda-feira.  Não se pode afirmar que fosse uma festa muito concorrida, embora houvesse música para todos os gostos, nomeadamente para o tradicional baile no recinto da festa.

A Banda musical de sexta-feira não era das melhores mas para iniciar festejos servia muito bem. A de Sábado, “ZONA NORTE”, como aconteceu em Oleiros, apresentou uma excelente apresentação. Trata-se de uma banda que “veste bem” com excelente reportório e marcou, mais uma vez, pontos.
Ao domingo, mais uma vez o Ruizinho de Penacova e sua Banda trouxe ao Milrico uma grande variedade de músicas brejeiras e viras nortenhos, tendo é afirmado que “estamos aqui neste buraco”, num deslize de quem quer falar muito mas que não lhe ficou muito bem. Quando disse que estávamos rodeados de eucaliptos piorou ainda mais a sua intervenção. É certo que há já muito eucalipto, mas ainda não deixámos de ser uma enorme zona de pinhal. Mas a sua música fez pular muito casal e rir com o que cantava.

Quanto à parte religiosa, no domingo, houve missa na capela e procissão desde a capela à estrada nacional e vice-versa. Desses momentos aqui ficam alguns momentos fotografados.

Organizar e fazer festas nos tempos magros que vão correndo só pode haver palavras de aplauso para quem se dispõe a mantê-las com o mesmo número de dias e com tantas atrações musicais. Daí os meus parabéns a esta boa gente do Milrico e povos vizinhos