Abril 17, 2014

Festival Pés, Cabeça e Estômago na Cardosa (Oleiros)



Um Festival que já vai na Vª Edição

Lançamento do Cardo n.º 6


Integrado na 5.ª edição do Festival Pés, Cabeça e Estômago, promovido pela Associação Recreativa os Amigos da Cardosa (ARAC), vai ser lançado no dia 3 de maio, pelas 16H, na sede daquela associação, o boletim cultural n.º 6 “Cardo” produzido por aquela coletividade.
O Festival nesse dia inclui um passeio pedestre, pelas 9H, o qual permitirá a identificação de aves, um almoço de convívio (pelas 12H30), uma feira de produtos locais (com animação musical e início marcado para as 15H) e um baile de convívio (a partir das 21H30), atividades que terão lugar na aldeia de Cardosa, freguesia de Sarnadas de S. Simão.

Benfica venceu Porto 3-1 na Taça e está na final

Desporto ao mais alto nível. Que quarta-feira!

O Benfica venceu o F.C. Porto por 3-1 no jogo da 2ª mão das meias-finais. Um jogo  de nervos que teve expulsão de Siqueira (do Benfica logo aos 27m) e já perto do fim Quaresma (porto) foi também expulso. Mas não ficou por aqui também os dois treinadores o foram, estes, justificando que houve algum exagero do árbitro. Mas os nervos não dariam para mais depois do 3º golo dos encarnados. O jogo esteve mesmo interrompido por vários minutos. Porém, o Porto não soube aproveitar o facto do Benfica estar a jogar somente com 10 jogadores. Chegaram a empatar 1-1, mas o Benfica marcou o segundo e por fim, André Gomes - a grande aposta de Jesus - fez um golaço. Agora é a final, dia 18 de Maio.
O Porto está fora da Liga dos Campeões, depois fora da Liga Europa, agora fora da Taça de Portugal e completamente fora do campeonato português. Só lhe resta bater-se pela Taça da Liga (pouco importante no contexto geral).
O Rio Ave é o outro finalista da Taça de Portugal ao bater o Braga por 2-0. 

Já em Espanha, o Real Madrid, com Ronaldo na bancada, venceu a Taça do Rei, ao vencer o Barcelona. Bale marcou o golo da vitória numa corrida impressionante e rematando com toda a técnica para o fundo das redes. 

Abril 16, 2014

Repovoamento de trutas nas ribeiras de Oleiros

A Associação Desportiva Caça e Pesca de Oleiros, com total apoio da Junta de Freguesia Oleiros/Amieira, repovoou a nossa ribeira com 100 quilos de trutas pequenas, 8.000 no total que a Direção desta Associação adquiriu ao Poço Aquícola da Fonte Santa – Manteigas.  Eu próprio assisti ao processo de repovoamento com estes peixes especiais e que foram colocados em todos os açudes da ribeira na zona de Oleiros. 

O processo de transporte e descarga tem de ser feito nas condições técnicas de modo a que as trutas não morram. Assim, desde o transporte em tanque próprio, o oxigénio, ao trabalho das duas pessoas que vieram têm de ser pagas, adiantaram-me. Também o processo da colocação nos baldes para as transportar até à água da ribeira tem de se desenvolver rapidamente para as trutas não morrerem. Vi como elas reagiam quando se sentiram nas águas correntes e frias. Muitas delas ficaram a ambientar-se perto uma das outras, como que paradas, mas pouco tempo depois lá iniciaram a sua rota que será notoriamente ribeira a cima.

Umas terão vida mais ou menos longa mas, outras, farão parte dos petiscos dos corvos marinhos, das bonitas lontras que por aqui voltam a existir em bom número e de pescadores fortuitos que não têm respeito pelas leis de proteção nesta zona. Estas trutas têm um ano para terem um desenvolvimento corporal que deve ser respeitado e a Associação divulgará, como é costume, os períodos legal da pesca. Que todos respeitem!
A Direção da Associação e eu mesmo, pesámos se se deveria divulgar esta tomada de posição (de louvar) de enriquecer a nossa ribeira com o saboroso peixe, porque há quem venha doutras zonas pescar nos períodos em que o não devem fazer e, nalgumas situações, já as autoridades tiveram que intervir.

Mas a medida tem tanta força no seio dos pescadores sócios desta Associação que merecem ver publicado esta ação, que a Direção toma pela primeira vez. Por todos vocês que sempre amaram pescar, esta notícia aqui fica. Oleiros volta, assim, a ter repovoadas as suas ribeiras. Merece aplauso!















Formação em pintura dá exposição muito boa na Junta



 
Nesta segunda-feira, 14 de abril de 2014, foi feita a abertura da exposição dos trabalhos de pintura realizados durante o curso de formação levado a efeito pela Junta de Freguesia Oleiros/Amieira e cuja formadora foi a artista oleirense Rosa Afonso. A exposição está patente ao público no átrio da sede da Junta, no horário de funcionamento da mesma. As formandas estiveram presentes, bem como a formadora e elementos da Junta de Freguesia. Não se tratou de nenhuma cerimónia especial, mas foi um momento importante e marcante para as formandas, dado que transformaram aqueles momentos num convívio salutar sendo visível, nos rostos dessas pessoas, a satisfação de verem o resultado da sua criatividade e que, me impressionou.
Depois das fotos para que mais tarde se possa relembrar este momento, passou-se para um beberete em que todos as comidas e bebidas foram oferecidas por cada uma das pessoas que frequentaram o curso. Quase tudo eram produtos caseiros e o convívio prolongou-se desta forma “à maneira de Oleiros”.
A todas e a todos, nomeadamente o Presidente da Junta e outros elementos da mesma, formandas e formadora, fica aqui registado o meu aplauso.
Não deixe de visitar e apreciar esta exposição.

Abril 12, 2014

Sertã com Rali Histórico


Castelo Branco com Abril

A comemoração do 40° aniversário do 25 de Abril merece "um programa alargado" e que envolva as juntas de freguesia de Castelo Branco e de Alcains. A afirmação é do presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, Luís Correia, que justificou assim o empenhamento das três autarquias na definição do programa que se prolongará por cinco dias.

Conjuntamente, a Câmara de Castelo e as duas juntas de freguesia definiram um conjunto de iniciativas que se iniciam, no dia 22 de Abril, com a projecção do filme Capitães de Abril, no Cine Teatro Avenida e no Centro Cultural de Alcains, e acabam no dia 26, com um concerto dedicado a Zeca Afonso.

As Comemorações incluem uma homenagem ao Comendador Joaquim Morão, no dia 22 pelas 18h00, no Cine-Teatro Avenida, a Sessão Solene no Salão Nobre da Câmara Municipal e a Inauguração da Praça 25 de Abril, no dia 25, pelas 11h00.

Ver Programa completo das Comemorações do 25 de Abril

Vila de Rei: Formação certificada - Unidades de Formação


Proença-a-Nova: Câmara executou 93,5 por cento da receita

A Câmara de Proença-a-Nova executou 93,5% da receita prevista no orçamento para 2013 e manteve a descida dos prazos médios de pagamento a fornecedores que se tem vindo a registar anualmente. Em 2013, o prazo médio foi de apenas 17 dias (menos dois que no ano anterior e muito abaixo do limite máximo de 90 estabelecido por lei), o que confirma a saúde financeira da autarquia. O equilíbrio das contas, à semelhança do que tem vindo a acontecer nos anos anteriores, é a principal nota que sobressai no balanço final aprovado na sessão de ontem do executivo camarário.

As receitas totalizaram 10 milhões de euros, enquanto do lado da despesa o ano encerrou com cerca de 8,6 milhões, correspondentes a 80,7% do valor orçamentado. Além das despesas com pessoal, que absorveram 31,2% da dotação, outra das rubricas significativas é a aquisição de bens e serviços (particularmente a iluminação pública e o contrato de concessão de fornecimento de água). O Município não tem pagamentos em atraso e cumpre os limites de endividamento líquido e de médio e longo prazo.

O presidente da Câmara, João Paulo Catarino, congratula-se com a capacidade de execução e sublinha que estes números comprovam “o rigor e honestidade política” com que o orçamento tem vindo a ser feito. A sucessiva descida das transferências do orçamento do Estado, que tem vindo a manter-se desde 2010, tem tornado particularmente exigente a gestão municipal, sendo destacada a importância do equilíbrio das contas para enfrentar os desafios impostos pela crise

Abril 11, 2014

PÁSCOA É EM "JANEIRO" - Pampilhosa da Serra

No próximo dia 19 de abril, venha até Janeiro de Baixo e descubra toda a beleza desta Aldeia de Xisto!
A Junta de Freguesia de Janeiro de Baixo, em parceria com a Câmara Municipal e os Bombeiros Voluntários de Pampilhosa da Serra, promovem pelo quarto ano consecutivo a "Pascoa é em Janeiro".
 
Trata-se do percurso pedestre PR4-PPS, que percorre toda a zona envolvente a esta Aldeia do Xisto do Concelho de Pampilhosa da Serra. Num cenário deslumbrante, onde é possível vislumbrar as encantadoras paisagens banhadas pelo Rio Zêzere e as majestosas cristas quartzíticas, classificadas pela UNESCO e inseridas no Geoparque Naturtejo.
 
Programa previsto:
  • 09h00: Receção e distribuição do reforço alimentar (junto ao bar da praia fluvial de Janeiro de Baixo); 
  • 09h30: Início do Percurso Pedestre PR4-PPS;
  • 12h30: Almoço no parque de merendas de Santo Cristo (junto à praia fluvial de Janeiro de Baixo);
  • A animação Musical durante a tarde conta com a participação do artista local Sérgio Gonçalves.
Para se inscrever ou obter mais informações, contacte:
  • Junta de Freguesia de Janeiro de Baixo: 934 089 535 / 235 512 191/ 932 669 365;
  • Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra (Gabinete de Turismo): 235 590 335.

V Encontro de Bandas Filarmónicas em Pampilhosa da Serra

Vai realizar-se no próximo dia 12 de abril, a partir das 10.30h, o 5.º encontro de Bandas em Pampilhosa da Serra, uma organização do Grupo Musical Fraternidade Pampilhosense com a colaboração da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de Pampilhosa da Serra.

Programa previsto:

  • 10.30h - Arruada pelas ruas da vila; 
  • 14.30h - Chegada das bandas convidadas: Associação Recreativa e Musical do Ceira e Circulo Artístico Musical Safarense;
  • 15.00h - Desfile pelas principais ruas da vila e encontro frente ao Município;
  • 16.00h- Inicio dos concertos no Auditório Municipal Monsenhor Nunes Pereira.

Benfica - Juventus nas meias finais da Liga Europa

O sorteio ditou que os encarnados vão defrontar a grande equipa da Juventus (Itália). 


Sevilha-Valência
Benfica-Juventus 




Os jogos disputam-se a 24 de abril e 1 de maio
O Benfica eliminou, ontem, o AZ Alkamaar por 3-0 (1-0 na 1ª mão e 2-0 na segunda). O pior deste jogo foi o Sílvio ter partido a tíbia e o peróneo (confirmado) logo no primeiro minuto do jogo.
Já o F.C. Porto afundou-se em Sevilha por 4-0, mesmo que tenha vencido por 1-0 no Porto, na primeira jornada. Foi mau de mais para ser verdade. Ainda por cima, o Sevilha jogou 40 minutos só com dez elementos. A equipa portuguesa poderia ter saído de cabeça levantada, mas não resistiu, quando duas das suas pedras fundamentais não puderam jogar.

Sorteio para as meias-finais da Champions. Real Madrid - Bayern Munique

Esta sexta-feira foi feito o sorteio para as meias-finais da champions. Estavam presentes quatro monstros do futebol mundial e acabaram por ficar assim, frente a frente
Real Madrid-Bayern Munique

Atlético Madrid-Chelsea 


Os jogos serão realizados nas seguintes datas:



22 de abril: Atlético de Madrid-Chelsea
23 de abril: Real Madrid-Bayern

29 de abril: Bayern-Real Madrid
30 de abril: Chelsea-At. Madrid

Entrevista com o acordeonista GONÇALO BARATA


 

O meu entrevistado de hoje é um jovem dinâmico, voluntarioso, acordeonista e que, embora seja da Lapa (Lisboa), os seus pais têm origem no concelho de Oleiros – a mãe é da Roda de Baixo e o pai das Sarnadas de Álvaro -  tem sido requisitado imensas vezes para animar muitos dos momentos de celebração, bailes, festas e romarias. Recentemente apresentou o seu segundo álbum, “O teu beijinho” na Casa da Comarca da Sertã (CCS) tendo sido um momento de grande nível e animação.

No “baile da Primavera”, realizado pela direção da CCS, o Gonçalo Barata esteve mais uma vez presente a animar o baile mas, embora toque no Rancho Folclórico “as lavadeiras da Ribeira da Lage” fez aqui a sua estreia como dançante deste Rancho. Foi bom vê-lo ligeiro, dedicado e a mostrar que também ele era um recurso para dançar as várias modas que apresentam.
No fim de semana passado (domingo 6 de abril) atuou brilhantemente com as suas bailarinas no palco instalado na Alameda da Sertã, no programa “Somos Portugal” da TVI tendo atuado depois de Ana Malhoa abrir musicalmente, seguida dos Astros, Alberto Reis, Nel Monteiro Tatiana e então o Gonçalo. É claro que se seguiram muitos outros artistas numa tarde magnífica que colocou a Sertã nos desejos dos portugueses.

Mas passemos ao resultado da nossa conversa:

Qual é a tua vida profissional?

- Estudante universitário – Curso de Ciências Musicais
- Acordeonista no Rancho Folclórico “As lavadeiras da Ribeira da Lage”
e Acordeonista na Real Tuna Académica Neolisipo

Uma vida ligada à música. Com quem aprendeste?

Acordeão, concertina e harmónio foi com Amarílis Matono e a Formação musical e canto foi na Escola de Música Improviso, com os professores Ricardo Quintas e Alexandre Diniz;

E há quanto tempo já tocas acordeão?

Dez anos

Já te vi atuar na Casa da Comarca da Sertã e em Oleiros aquando do aniversário da mesma. Foi lá que combinámos esta conversa… Dá alguns exemplos de outros locais onde já atuaste

Como sabe, com alguma regularidade faço bailes e outros eventos musicais na Casa da Comarca da Sertã, como por exemplo: Baile de Reis, Carnaval, Primavera, Santos Populares ou Encontro de tunas. Desenvolvo uma ligação musical, com outras casas regionais: Arganil, Tomar, Ferreira do Zêzere, Covilhã, entre outras.

E locais?

Em relação aos locais onde tenho atuado, posso dar-lhe alguns exemplos: Em Amares, Montalegre, Sever do Vouga, Bragança, Porto, Leiria, Caldas da Rainha, Sousel, Penamacor, Proença-a-Nova, Setúbal, Lisboa, Santa Margarida, Abrantes, Mouriscas, Oleiros, Vale Souto, Cambas, Sarnadas, e Sobral.
Ah e quero-lhe dizer, com toda a honestidade, que visitar estes locais tem sido para mim uma experiência muito boa a nível musical. É até, nestas deslocações, que tenho uma oportunidade de conhecer o nosso país e é muito ser recebido sempre com grande simpatia e humildade. Que bom!

Já estiveste nalguma festa da nossa região?

Sim, sim, no “Harmovaso”, Festa de verão Sarnadas, Sobral, Vila de Rei, Aniversário da Casa da Comarca da Sertã realizado em Oleiros, encontros de acordeão, concertina e harmónio de Proença-a-Nova, Penamacor, Pampilhosa da Serra, Montes da Senhora...

Lançaste o teu segundo CD. Fala-me dele. Foi edição pessoal ou através de editora?

Este 2º CD -“O teu beijinho”, representa um intenso trabalho, 
que durou cerca de 6 meses e conseguir. Nestes meses, escolhi músicas, participações especiais, arranjos musicais e editora. Foram feitos vários ensaios, secções fotográficas, entre muitos outros passos importantes que é sempre necessário neste tipo de edição de trabalhos.
Em relação aos géneros tratados, optei por aproximar, o mais possível, aos géneros musicais que normalmente utilizo nas actuações. Fados, kizombas, kuduros, marchas, corridinhos, viras, sambas, estão presentes no CD. É claro, que ainda falta, os tangos, as valsas, as baladas, as coladeiras, mas, esses ficam para o próximo trabalho.
Deste CD, fazem parte 14 músicas, das quais 5 são composições minhas, que passo a citar, “O Teu Beijinho, A Menina do Baile, a Marcha da Casa da Comarca da Sertã, a Marcha do Sobral (dedicada às gentes do Sobral) e o Corridinho das Sarnadas (dedicado às gentes das Sarnadas)”.
À semelhança do CD – “Ouvir Portugal”, o primeiro trabalho discográfico, convidei vários amigos; a Real Tuna Académica Neolisipo, trazendo consigo o espírito de estudante, a Sofia Rodrigues, uma cantora excepcional, o João Canto e Castro, um grande amigo, conhecido imitador de vozes, que brilhantemente utilizou o seu violino, num tema de Cabo-Verde, e para um pequeno apontamento musical, mas muito significativo, na guitarra portuguesa, um amigo ligado ao fado, Eurico.
Mas… não posso deixar de citar o trabalho e o profissionalismo, incansável do Nelson Canoa (Estúdio de Gravação) e do Ricardo Quintas (Fotos e Professor de Canto).
Perante tudo isto, escolhi uma editora que fez um óptimo trabalho de edição e divulgação, a “Will Records”, que agradeço profundamente.

Muito bem. E quais  são os teus objectivos futuros na área da música?

Continuar a fazer bailes, nas várias romarias, apostando sempre na música portuguesa, mas também na brasileira, africana, entre outras.
Nos próximos concertos, irei apresentar-me com as minhas bailarinas, algo que quero manter. Irei também, incluir em algumas actuações, os vários intervenientes neste CD.

Falámos da tua música. Indica-nos três ou quatro artistas de que és fã (independentemente do género de música ou outro setor de arte)

Sem dúvida Rui Veloso, Amália Rodrigues, Amor Electro e Quim Barreiros

O que significa para ti a CCS no contexto da região que representa e das várias actividades que desenvolve?

A CCS desempenha um importante papel em Lisboa. Pois, como outrora, aproxima os conterrâneos e amigos de determinado lugar, das suas raízes, das suas tradições, da música e das suas gentes.
É ainda notável, o papel do seu Presidente, Eng. Pedro Amaro, ao lembrar em cerimónias próprias muitas individualidades de várias áreas que trabalharam em áreas diversas e que assim se notabilizaram, pelos feitos conseguidos. Como também, o ressurgimento de várias associações que estavam desactivadas e que agora podem oferecer e ter um contributo à sociedade e à região Centro bastante positivo.
Gostaria mais uma vez de salientar que neste CD está incluída uma marcha que fiz para a Casa da Comarca da Sertã como forma de agradecer as várias iniciativas onde tenho estado presente e todo o carinho e apreço demonstrado pela sua direcção e sócios.

A tua atuação na Sertã e apresentado como "o filho da terra", o artistas que se encontra no seu meio que tens a dizer sobre esta tua presença?

Não sendo exatamente da Sertã considero que estava na nossa terra num contexto geral. Em relação à participação no programa "Somos Portugal", posso dizer que, além de ser uma importante janela aberta para mim, foi um dia bem passado, na companhia de familiares, amigos e da minha nova equipa de trabalho, as minhas bailarinas "Bety" e "Alexandra". Elas, que não conheciam a Sertã e as suas gentes, gostaram tanto que querem voltar! Não posso deixar de mencionar neste momento o excelente almoço reservado aos artistas! 

Sei que conheces bem os produtos gastronómicos  mais emblemáticos da nossa zona. Preferes maranho, bucho recheado ou cabrito estonado?

(Risos) Olhe, gosto de todos eles. São mesmo muito bons!

Quem te queira contactar pode fazê-lo como?

Utilizando o meu email: goncbaratagmail.com  ou então ligando para o telm. 918 055 721. Podem também acompanhar os vários passos que vou dando de romaria em romaria, com fotos e vídeos, através do meu facebook.

O nosso entrevistado, Gonçalo Fernandes Barata é solteiro, nasceu a 6 de Maio de 1989 e quando lhe perguntei se tinha filhos respondeu-me, rindo, que não.

Entrevista realizada em 7 de Abril de 2014 e
foi conduzida pelo responsável deste Blog, Luís Mateus